Adeus Temporário

Durante  a próxima semana não irei escrever, e, caso os meus colegas continuem sem escrever, o blog ficará parado temporariamente. Abraço e Viva o Sporting!

Jamor 2012, Primeiras Informações


Bancada Central: 30 €

Bancada Lateral: 20 €

Bancada Topo: 10 €

Além da informação dos preços dos bilhetes, ficou-se a saber que os adeptos do Sporting ocuparão o Topo Norte (na televisão fica do lado esquerdo da imagem). O Sporting ainda não cedeu qualquer informação, pelo que ainda não se sabe qual será a ordem de venda dos cerca de 13 mil bilhetes que chegarão a Alvalade para vender. Da minha parte, tudo farei para marcar presença, mas não será fácil com tamanha afluência!



Pensamento

Tenho pena que muita gente queira ver o Sporting vendido a um milionário só para termos milhões para grandes contratações!

Alvalade já não é nosso!



Na ressaca de uma derrota justificada pela má arbitragem, a direcção liderada por Godinho Lopes deu mais um passo rumo ao abismo, passando o Estádio de Alvalade para a SAD. Em termos práticos, o Estádio deixou de ser dos sócios. Interrogome como uma decisão destas não foi a votos numa assembleia geral, ou estaramos perante outra golpada como há um ano? O Projecto Roquette está quase a ser concluido: retirar o Sporting aos sócios, passar todo o património para a SAD e posteriormente vendê-la a um milionário.

Não desistir

No Campeonato temos o destino traçado, na Taça da Liga fomos eliminados prematuramente. Sinais de uma época negativa? Talvez, mas pela falta de regularidade. Ainda podemos ganhar a Taça de Portugal e a Liga Europa, pelo que desistir da equipa e não ir mais ao estádio esta época não é sequer uma opção. Insua deu o mote e disse que estes últimos dois meses da temporada vão ser o tudo ou nada. Imaginem quem ganhávamos a Taça de Portugal e a Liga Europa, continuavam a considerar esta época negativa?

Um olhar sobre a partida

Vindo de uma eliminatória épica em Manchester, o Sporting procurou hoje dar sequência à onda positiva e conquistar a primeira vitória fora de Alvalade na Era Sá Pinto. Esperava-se um Sporting dominador e intenso no jogo, à semelhança do que fez na última jornada, mas desde cedo que se viu qual seria o tónico do jogo: Gil Vicente com dois autocarros e com uma motoreta na frente de ataque. O golo surgiu cedo, com a falta de acompanhamento a permitir o remate do jogador do Gil que, com alguma ajuda da relva, bateu Rui Patricio. O Sporting parecia acordar, começou a criar mais movimentações e a apostar na lateralização do jogo, o que se revelou inconsequente. Na segunda parte, Sá Pinto apostou tudo e colocou Elias a central, embora nessa fase só existissem dois blocos, o do meio-campo e dos avançados. A equipa leonina tentava, mas os espaços eram poucos. Nesta sequência de tentativas, o Gil chegou ao 2º golo, quase como matando a partida. Até ao final da partida, algumas boas oportunidades para o Sporting, mas hoje era mesmo dia de noite não. Em suma, o Sporting desce para 5º lugar, a um ponto do Marítimo, e colocou hoje um fim à remota esperança de ainda alcançar a pré-eliminatória da Champions.
 
Sinal +
 
MVP: Patrício _ não fica isento de culpas no primeiro golo, mas quase recolocou o Sporting na luta pelo resultado quando defendeu a primeira grande penalidade. Como capitão incentivou os colegas e no final do jogo usou a sua lucidez e racionalidade para manter a ordem entre o plantel. Grande capitão, grande guarda-redes!
Izmailov _ é bom saber que já aguenta 90 minutos, embora hoje nos últimos 10 tenha andado praticamente a arrastar-se.
Elias _ grande pulmão, parecia estar em todo o lado. Não teve a mesma clarividência na saída com bolo em relação a jogos anteriores, sendo que o colectivo ressentiu-se disso.
 
Sinal –
 
Arbitragem _ é difícil falar do jogo de hoje sem mencionar a equipa de arbitragem, foram de uma dualidade de critérios ridícula, assinalaram duas grandes penalidades que deixam dúvidas a favor do Gil Vicente (a primeira não é penalty claramente, já o segundo lance pode suscitar dúvida, mas aprece bater no ombro de João Pereira), expulsa um jogador do Sporting num lance duro mas de contacto normal no futebol e perdoa uma expulsão a um jogador do Gil Vicente ainda na primeira parte, por agressão a Xandão. Enfim, uma arbitragem à Bruno Porcão, já em Guimarães fez de tudo para nos lixar, hoje conseguiu. E não fosse a intervenção de Sá Pinto no final da partida, tinha expulsa meia equipa do Sporting. Pego nas palavras de Carlos Freitas, subscrevendo na íntegra “A única forma de isto melhorar, é alguns intervenientes serem banidos. Este é um deles [Bruno Paixão]! Sete pontos tirados ao Sporting nas três primeiras jornadas marcam claramente esta temporada. O que se passou hoje não foi inclinar o campo, foi resolver o jogo"


Dia do Pai Leão



Hoje vou dar um beijo ao meu Pai. Foi ele que me ensinou a gostar de futebol e, muito mais importante, gostar do Sporting. Festejei o último título com ele, fala-me constantemente de jogadores do passado e vejo sempre os jogos do nosso clube junto a ele. Ainda não entrei em Alvalade com ele, espero que em breve isso se possa concretizar e, quem sabe, no festejo de um título. Se o vosso Pai é que vos ensinou a gostar do Sporting mostrem-lhe esta imagem, seria das melhores prendas que podia receber!

Pensamento

No futebol estamos nos quartos-de-final da Liga Europa, com boas perspectivas de chegar longe na competição (isto depois de eliminarmos os principais candidatos).

No futsal estamos novamente na Final 4 para apurar o vencedor da UEFA Futsal Cup, título que na época transacta nos escapou da mão. Os adversários são complicados, mas a equipa já mostrou que é capaz do impossível.

No andebol estamos com mão e meia nas meias finais da Taça Challenge, isto depois de termos ganho a competição à duas temporadas. Os adversários são também complicados mas, em forma, ombreamos com qualquer equipa.


Ainda há dúvida que o Sporting é muito grande?

Pensamento

Como é possível, com três vagas em aberto, não nos termos apurado para a Champions? O equílibrio das finanças do clube passava por aí, sendo quase obrigatório realizar encaixe financeiro este Verão com a venda de algum activo para equilibrar as contas (que por si só já andam fora de controlo).

Por onde anda...

... Rinaudo? Disseram que só voltava à competição quando existir garantias que não lhe serão feitas entradas duras, mas por essa lógica nunca mais o veremos jogar! Será que regressa esta segunda? E com Elias, Schaars e Matias em grande forma, será que se estabelecerá novamente como titular?

Um olhar sobre a partida (actualizado)


Na frente da eliminatória, o Sporting entrou em Manchester num estilo semelhante ao de Alvalade: segurança defensiva, bom planeamento de distribuição táctica e contra-ataques, embora rápidos, organizados. Numa primeira parte de alto nível, o Sporting chegou a vencer por 2-0 no intervalo da partida, em pleno Ethiad Stadium! Durante essa pausa, comentei com quem estava próximo de mim que ainda não tinhas a passagem assegurada, os ingleses são os mestres do futebol e bastava um golo para relançar a eliminatória. Dito e feito! Desde a saída de Matias e Capel que o Sporting perdeu o norte, o Manchester City conseguia encontrar espaço entre linhas e aproveitou isso para dar a volta à partida. Aos 82 minutos bastava um golo aos ingleses para colocar o Sporting fora da competição. Pensei para mim mesmo “já fomos”, o Sporting era uma equipa desorganizada a nível emocional e táctico, mas a sorte (e a mão do Patrício) e a ineficácia blue possibilitaram um apuramento histórico do Sporting para os quartos-de-final da Liga Europa. Uma eliminatória épica, antes do primeiro jogo íamos ser humilhados, no intervalo da eliminatória íamos ser trucidados em Manchester, no final… fomos apurados!


Sinal +


MVP: Matias Fernandez _ foi brilhante na 1ª mão, na 2ª brilhante foi. Enquanto teve pernas foi o elo de ligação entre a defesa e o ataque, saindo muitas vezes com a bola nos pés para o meio-campo adversário. Grande golo e em clara ascensão exibicional, a este nível é do melhor do campeonato português. A diferença que faz ter liberdade em campo e um treinador que acredite em nós e nos dê confiança.

Pereirinha _ ganhou raça e vontade desde a entrada de Sá Pinto, porque a qualidade técnica e táctica esteve sempre lá. Cumpriu com nota positiva a sua função (é na minha opinião a defesa-direito que pode fazer carreira no Sporting), tendo mesmo jogado os últimos 15 minutos com o ombro deslocado, numa altura em que Sá Pinto não tinha mais substituições. De Leão!

Insua _ a locomotiva argentina parece estar de volta, depois de alguns jogos de menor fulgor. A defender e a atacar raramente errou, secou Aguero enquanto o City teve três homens no ataque e esteve muito próximo de marcar depois de uma brilhante jogada individual.

Patrício _ de contestado a ídolo, Patrício é nesta altura um guarda-redes de nível mundial. Aquela defesa no último segundo é instintiva, só ao alcance de predestinados.

Adeptos _ cheguei a pensar que estávamos em Alvalade, tal o intenso apoio dado à equipa. Leões de toda a Europa foram dar uma forcinha ao leões de campo, sendo que, no final, não se notava tal distinção. E na chegada ao aeroporto, que invasão!


Sinal –


Carrillo _ displicente, entrou para segurar a bola e arrancar sozinho. Não fez uma coisa nem outra, tendo mesmo tido algumas perdas de bola que podiam ter sido comprometedoras. Um jovem ainda com muito trabalho pela frente. É verdade que é um bom jogador, mas até ser um enorme jogador tem de ganhar muita coisa. Uma delas é o reconhecimento dos adeptos…

Renato Neto _ tal como Carrillo, não teve uma entrada positiva na partida, tendo cometido uma grande penalidade (que não era) fruto de uma entrada pouco pensada e estúpida. Tem também muito a aprender, mas são nas respostas (em termos exibicionais) que se dão após estas partidas de menor rendimento que se revela a atitude e vontade destes jovens jogadores. Ao Renato e ao Carrilo, estaremos convosco, acreditem e tudo será possível.


Um olhar sobre a partida


Durante a tarde desta sexta farei a análise à partida, ainda nem recuperei da emoção (cheguei a sentir-me mal). Grandes leões, grandes adeptos, grande apuramento!

Amanhã

Patrício

Pereirinha; Xandão; Polga; Insua

Carriço; Schaars; Matias

Izmailov; Wolfs; Capel


Jeffren e Carrillo armas secretas

Lesões

Já lá vai um mês desde que Sá Pinto e a sua equipa técnica assumiram as respectivas funções, e desde então lesões musculares só do crónico Rodriguez (as outras foram lesões traumática, decorrentes da situação de jogo). Começo a pensar seriamente que a imcompetência não era deste senhor, mas sim do antigo preparador físico...

Crime

Chegar a uma altura destas no campeonato, ver o nosso clube a ganhar 5-0 e a praticar um futebol espectacular, já arredado do título e sem qualquer possibilidade de chegar ao 3º lugar (a menos que um dos da frente entre em depressão) custa, custa muito, é quase um crime. Ainda temos a Taça e a Liga Europa (existe sempre aquela esperança), mas que este final de temporada seja só uma amostra do que podemos esperar na próxima!

Um olhar sobre a partida


O Sporting de Sá Pinto começou por ser pragmático, com resultados curtos, mas em crescente qualidade exibicional. Perdeu contra o Setúbal, e, quando todos esperavam uma catástrofe frente ao City, ganhou o jogo com a melhor exibição da temporada. Na senda da subida de rendimento, o Sporting exibiu-se hoje a grande nível (atrevo-me a dizer que foi a melhor exibição da temporada) obtendo um resultado largo e que se enquadra perfeitamente no que foi produzido pelas duas equipas. Um inicio forte, onde o primeiro golo seria uma questão de tempo. O regresso de Wolfswinkel aos golos e o regresso de Jeffren à competição acabam por ser outras grandes vitórias da noite! Depois desta exibição, fico chateado: porque não foi sempre assim? É pena já estarmos tão longe da frente, cheira-me que vamos ter um final de época demolidor! E quinta, o City…


Sinal +


MVP: Matias _ é injusto destacar apenas um elemento no jogo todo, mas parece-me que foi pelos pés do chileno que começou a grande exibição do Sporting. É verdade que foi depois da sua saída que o Sporting marcou 3 golos, mas na primeira parte isso também podia ter acontecido. Grande intensidade e vontade, a continuar assim será para renovar e assegurará a alcunha de Maticrá na história do Sporting.

Xandão _ nova actuação positiva do jogador que chegou ao Sporting rotulado de flop pelos adeptos do São Paulo. Imperial (mais uma vez), limpou tudo e cheirou o golo. Quando se queixou da coxa cheguei a temer o pior, mas felizmente não passou de um susto.

Elias/Schaars _ o brasileiro e o holandês tinham a função de ligar a defesa e o ataque, estando irrepreensíveis nesse papel. Elias mais recuado criou grande dinâmica e revela grande capacidade na posição de trinco, já Schaars não falhou praticamente um passe, a curto e longa distância.

Jeffren _ pelo que tem sofrido durante a temporada, hoje foi uma noite de sonho e bem merecida! Em condições é o melhor extremo do plantel, grande 1x1 que originou mesmo um golo. Ah, e a outra obra de arte?

Wolfswinkel _ regressou aos golos, tendo feito uma exibição bastante positiva. Marcasse o penalty e tivesse Nilson deixado escapar uma das bolas, tinha feito um Hat-Ricky!


Sinal –


Guimarães _ paguem lá o que devem aos rapazes, ninguem merece passar por uma situação destas!


Quaresma


Quaresma, em forma, é um jogador de top mundial. Nunca o chegou a ser, principalmente devido à sua irregularidade exibicional associada tantas vezes ao seu mau feitio. Durante o último defeso o jogador foi dado como alvo do Sporting, que emitiu um comunicado (o único) a afirmar que o negócio não tinha pernas para andar devido às intransigências salariais. Contudo, e tendo como fonte alguns blogs leoninos que fazem referência a novo interesse do Sporting no atleta, parece-me que, neste momento, Quaresma poderá ser mesmo uma realidade para a próxima temporada. Porquê?

1)  Apesar de ser admirado pelos adeptos do Besiktas, Quaresma nunca teve relacionamento fácil com a direcção do clube turco e mesmo com os treinadores. Parece que na última semana existiu mesmo um desentendimento grave entre Quaresma e Carvalhal, que nunca mais convocou o jogador.

2)  Por estes dias, o Besiktas encontra-se sem direcção e fala-se em dificuldades para pagar ordenados. Quaresma é um dos elementos com maior salário, e, tendo contrato por apenas mais uma temporada, não seria de estranhar que o jogador pudesse sair já no próximo defeso por valores a rondar os 7 milhões.

3)  Quaresma assumiu que o Sporting é o clube que ama, apesar da forte ligação com o Porto. O internacional português tem praticamente a vinda assegurada, fruto dos elevados salários que tinha em Itália e na Turquia. Tendo em conta os seus actuais 28 anos, começa a fazer-se tarde para relançar a carreira, sendo a Liga Portuguesa um campeonato apetecível para isso. Posto isto, duvido que Quaresma não aceitasse baixar o ordenado para 1,2 milhões (o máximo no Sporting)

Rodriguez

O peruano é um a menos no plantel, na quinta-feira estava no banco, agora já se encontra novamente lesionado. No Verão, despachá-lo enganando algum clube é a única solução que se admite. A culpa desta situação não é do atleta, que em condições seria titular, mas sim de quem o mandou contratar conhecendo o seu reportório de lesões ("só" trabalhou com o jogador cerca de dois anos). Por falar em lesionados crónicos, já se fazem apostas em que local será a nova lesão de Jeffren, que voltou aos convocados.

Aposta

Nos próximos meses a relação Sporting-City vai dar muito que falar (Carrillo pode ser um dos primeiros nomes). Concordam?

Lampionices

Lampião: "epah, ontem correu bem! os outros também não jogam nada, o Sporting teve sorte"

Eu: "será muito difícil dar mérito ao que o Sporting fez?"

Lampião: "oh, lá levas 5"

Eu: "ontem também levavamos 7"

Um olhar sobre a partida


Teoricamente favorito, os adeptos e estrutura do futebol do City pensavam que vinham a Lisboa passear: discurso de desvalorização do nosso clube, comparações com os nossos rivais, enfim, tudo valeu para ganhar o jogo fora das quatros linhas. Não esperavam por certo um adversário com tanta garra, vontade de vencer, humildade e solidariedade, aspectos aos quais se ligaram um futebol bastante positivo (principalmente na 1ª parte, apesar da maior posse de bola dos citizens). Hoje tivemos 11 leões em campo, cerca de 20 no banco, 35 mil nas bancadas e milhares por esse mundo fora. Assumo que não esperava a vitória, apenas pedia uma derrota por números poucos expressivos. Tenho pena de ter este pensamento, mas verdade seja dita que os últimos jogos não nos davam grande alento para enfrentar este gigante. Ganhámos e estamos em vantagem na eliminatória, mas o objectivo da passagem ainda está muito distante.


Sinal +


MVP: Xandão _ marcou um golo de belo efeito e secou Aguero e Dzeko com a ajuda de Polga. Esteve imperial, não perdeu um lance, evitou um golo certo e demonstrou uma garra e entrega à partida dignos de um verdadeiro sportinguista. A continuar assim, 3 milhões será uma oferta…

João Pereira _ tenho sido bastante crítico, mas como tinha vindo a dizer estava a precisar de ficar de fora para abrir a pestana. Grande jogo, a atacar e a defender, que fica apenas manchado pelo amarelo desnecessário que o coloca fora da 2ª mão.

Matias _ se jogasse sempre assim seria um dos melhores do mundo. Partiu para cima dos adversários sem medo, criou desequilíbrios e encontrou linhas de passe em todos os lances. Uma grande actuação do “10” chileno, que por motivos de ordem física (suponho que cansaço) abandonou o relvado por volta da metade da 2ª parte.

Sá Pinto _ excelente abordagem à partida, a forma como secou o meio-campo (construção de jogo) do City foi incrível! Incutiu raça e vontade de ganhar no plantel, de forma a criar uma equipa à sua imagem preparada para enfrentar qualquer equipa. Grande banho táctico dado a Mancini!


Sinal –


Wolfswinkel _ começa a ser preocupante a desinspiração do holandês. Não pressiona os defesas, raramente segura a bola para dar aos colegas e falhou um golo feito. Acorda!

Comentadores SIC _ tudo bem que queriam que o Sporting ganhasse, mas recomendo o estudo da anatomia humana antes de qualquer transmissão televisiva (segundo estes os braços são barriga e pernas)

Vergonha!

É oficial: o desporto português está minado, completamente podre!

Preocupante

Wolfswinkel praticamente todos os dias é ligado a clubes estrangeiros, sendo que os seus empresários estão em constante contacto com a imprensa a dar conta da disponibilidade do holandês em sair de Alvalade. Se o rendimento em campo não tem sido bom, a atmosfera em torno do jogador também não - como alguém se pode interessar por um avançado que não faz golos? Recomendo portanto que os senhores empresários se calem, deixem o miúdo marcar golos e, depois sim, pensar noutros voos...

Carrillo


Carrillo não será opção para o jogo frente ao Guimarães, cumprindo assim o jogo de castigo derivado da suposta agressão a Miguelito. Estou curioso para saber se o jogador do Setúbal será castigado, mas dúvido. Tantos outros que fazem comentários racistas e não são sequer chamados à atenção, duvido que a Liga abra agora uma excepção. Quanto ao peruano, volto a afirmar que tem um potencial brutal, apenas lhe falta humildade e menos "mimo" para poder atingir o topo do futebol mundial. Para complementar, Insua também não será opção para o próximo jogo da Liga, por ter completo uma sequência de cinco amarelos.

Estádio Nacional


«Nesse período de trabalho, a Seleção Nacional realizará dois jogos particulares, primeiro com a Macedónia, a 26 de maio (em Leiria), e depois coma Turquia, a 2 de junho (na Luz).»

Dada as poucas condições do Estádio do Jamor para receber os jogos das selecções (curioso que, ano após ano, serve para a final da Taça), a Federação Portuguesa de Futebol tratou rapidamenete de encontrar uma nova casa para a selecção A. Desta forma, e na ausência de mais opções em Lisboa ou mesmo em Portugal, o Estádio da Luz foi novamente escolhido para receber um jogo da selecção, na derradeira partida de preparação para o Europeu 2012.


Nota: Tanto dinheiro que o Estado gastou na construção de estádios (sendo que alguns, semana após semanas, albergam apenas mil pessoas) e nem uma cadeira nova foi colocada no Jamor. Um estádio bonito, bem situado e símbolo do futebol português, merecia uma remodelação ao nível de Wembley (claro que por esta altura é impossível, mas em 2004 as coisas deviam ter sido melhor ponderadas).

Racismo


Primeiro Javi Garcia, agora os adeptos do Benfica. Dois casos de insultos racistas que os senhores da Liga e da UEFA continuam a  fingir que não viram ou ouviram, continuando o Benfica sem ser multado ou penalizado. Outros por terem imagens "ofensivas" no túnel foram alvo de chacota por parte da imprensa, outras insultam os árbitros e os jogadores e no pasa nada... É triste ver no que o futebol se tornou, jogo de paixão completamente manipulado! Não pensem que estou e mentir, tenho provas em como alguns adeptos benfiquistas dirigiram ofensas racistas a (pelo menos) um jogador do Porto: